Não há menor dúvida das provas do mensalão, diz ex-procurador

A maioria dos advogados tem atacado a acusação, classificando-a até de ato de terrorismo.

O ex-procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza, responsável pela denúncia do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), afirma que as defesas dos réus do processo estão empenhadas em provocar dúvidas na opinião pública sobre a existência do esquema.


Não há menor dúvida das provas do mensalão, diz ex-procurador

Para o ex-procurador-geral, tanto na denúncia quanto nas alegações finais do Ministério Público existem evidências "certas e determinadas" da compra de apoio político. "Não há dúvida nenhuma quanto a isso", afirma.

A maioria dos advogados tem atacado a acusação, classificando-a até de ato de terrorismo, e o atual procurador-geral da República, Roberto Gurgel, já chamado de "mesquinho" por não reconhecer a inocência de um réu. Dois advogados disseram ontem que o mensalão não existiu.

O Ministério Público Federal considera o mensalão o mais "atrevido" escândalo de corrupção do país.

Souza minimiza os ataques dos advogados que tentam desqualificar as provas da Procuradoria sobre a existência de uma "sofisticada quadrilha". Ele afirma que a movimentação das defesas pretende deixar a "opinião pública imaginar que há uma dúvida sobre o que foi dito".

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br