"Não vejo a Dilma pessoalmente envolvida em corrupção", diz FHC

"Sabemos que politicamente ela também é responsável", ressaltou.

Na noite desta segunda-feira (26), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou durante uma entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura que considera a presidente Dilma Rousseff íntegra e honrada e não a vê envolvida em corrupção, mas não afirmou a mesma coisa sobre o ex-presidente Lula.

“Eu não enxergo a Dilma pessoalmente envolvida. Quanto ao Lula, eu tenho que esperar para ver, tem muita coisa para ser colocada a limpo. Creio até que ela tentou se livrar de muitas coisas e não conseguiu”, afirmou FHC se referindo a grande corrupção que Dilma enfrenta.

“Sabemos que politicamente ela também é responsável, creio que não é possível um presidente de um país não saber que esteja acontecendo algo de errado quando existe uma corrupção deste tamanho que é a Petrobras”, declarou ele.

Image title


Oposição

FHC avalia que o seu partido, o PSDB, tem sido "bastante prudente" na oposição ao governo Dilma e refuta que a legenda tente "qualquer alternativa" para tirar a petista do poder. "Se houver impeachment no Congresso, se houver razões, vai votar", disse, sobre o comportamento que o PSDB adotaria em eventual processo de afastamento contra a presidente da República.

Sobre a ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para cassar a chapa de Dilma e do vice Michel Temer (PMDB), FHC rechaçou a classificação petista de que seria uma tentativa de golpe. "O PSDB se sentiu lesado e foi à Justiça por abuso de poder econômico na campanha. A lei é a lei, não é que o PSDB queira isso."

Para o tucano, o Brasil hoje não corre qualquer risco de golpe pois as ações da oposição e do governo seguem a Constituição como "roteiro".

O ex-presidente repete sua tese de que já "passou da hora" de haver um "congresso de cardeais" que reúna os nomes mais fortes de diferentes setores e partidos para tirar o País da crise política e econômica em que se encontra.

Fonte: Com informações do Brasil Post