Governador empossa Nerinho como secretário de Turismo

Governador empossa Nerinho como secretário de Turismo

Nerinho falou de muitas expectativas e que espera projetar o estado lá fora

Abraços da família, amigos, correligionários e muitas pessoas da região de Picos. Essa foi a solenidade que marcou a posse do novo Secretário Estadual de Turismo, o deputado José Lavor Nery Filho, mais conhecido como Nerinho. O governador Wilson Martins empossou o novo Secretário de Turismo diante de muitos aplausos. Nerinho falou de muitas expectativas e que espera projetar o estado lá fora destacando e chamando a atenção para as belezas naturais piauienses. Além de outros projetos a serem executados.


Nerinho destaca expectativa de projetar turismo do Piauí lá fora

?Fazer com que o Piauí seja mais conhecido, mais atrativo ainda. Para que isso aconteça é necessário potencializar o nosso turismo lá fora, mostrar as belezas do Piauí lá fora. Mas para que quando os turistas chegarem ao Piauí os nossos homens e mulheres de bem estejam preparados para receber os turistas. Mais importante de tudo é que o turista quando chegue a o Piauí venha e volte com gostinho de quero mais. O Piauí é belo, é bonito e só precisa ser mais divulgado?, completa Nerinho.

Já governador Wilson Martins, antes da posse, falou sobre o significado da decisão da Suzano de desistir em implantar uma indústria de celulose no Estado do Piauí. ?Nós entendemos que a empresa passa por muita dificuldade. Hoje há um excesso de oferta de papel de celulose no mercado e, sobretudo, no mercado externo em decorrência da crise e com isso não tem uma demanda de mercado para que possa ter grandes investimentos?, afirma o governador.

Ele explicou ainda que O que a Suzano nos explicou é que ela capitaliza recursos de fundos e que a valorização das suas ações na bolsa havia despencado com a crise, com essa dificuldade. E o que a empresa detém de capital para investimentos hoje não suporta os investimentos que ela havia planejado lá atrás.


Nerinho destaca expectativa de projetar turismo do Piauí lá fora

?Foi aí onde nós solicitamos a ajuda da presidenta Dilma, do Governo Federal para viabilizar subsídios, recursos que pudessem conversar com a Suzano. E é esse o entendimento que estamos tentando construir para que a Suzano possa continuar aqui. A nossa parte iremos fazer, acho que a condição que estamos vivendo hoje, de forma globalizada, por excesso do mercado em ter quantidade excessiva de papel, de celulose, de produtos oriundos também aqui do Piauí eu acredito que viveremos um momento de muita dificuldade para que a Suzano continue a trabalhar aqui no Piauí. Mas nós temos a esperança de que seja possível, vamos procurar também outros caminhos e, evidentemente , é uma iniciativa privada, não depende apenas do Governo, da nossa parte estamos fazendo de tudo?, finaliza Wilson Martins.

Fonte: Agora