"Ninguém pode prender meus sonhos", diz José Dirceu no seu blog em cartão de Ano Novo

"Ninguém pode prender meus sonhos", diz José Dirceu no seu blog em cartão de Ano Novo

Na mensagem, Dirceu cita como sonhos sua militância contra a ditadura militar, a fundação do PT,

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu divulgou nesta quinta-feira (26) um cartão de final de ano em que se refere a sua condenação no julgamento do mensalão como "injustiça" e diz que "ninguém pode prender" seus sonhos.

Na mensagem, Dirceu cita como sonhos sua militância contra a ditadura militar, a fundação do PT, a eleição de Lula e "o sonho que eu tinha de ser declarado inocente porque nada fiz e não há nenhuma prova contra mim". Este último, diz, "virou uma injustiça com a condenação".

"O peso da injustiça pode tudo. Só não pode prender meus sonhos", conclui.

Leia abaixo a íntegra do cartão:

Ninguém pode prender meus sonhos

O sonho de um Brasil livre da ditadura me levou à luta, à prisão e anos e anos longe de minha família e meu país.

O sonho de fazer um partido que desse voz aos trabalhadores e lutasse por eles me levou a ser um dos fundadores do PT.

O sonho de tornar um operário presidente da República fez com que eu trabalhasse muito em todo o país.

O sonho que tinha de ser declarado inocente porque nada fiz e não há nenhuma prova contra mim virou uma injustiça com a condenação.

Mas quem sonhou a vida toda por um Brasil melhor, com menos miséria, sem fome, com mais valor aos trabalhadores, não pode parar de sonhar.

O peso da injustiça pode tudo. Só não pode prender meus sonhos.

Que você realize todos os seus sonhos no ano novo

José Dirceu



Fonte: Folha de São Paulo