Nos 100 dias de Dilma, fidelidade de deputados da base foi de 92,7%

Nos 100 dias de Dilma, fidelidade de deputados da base foi de 92,7%

O líder do governo na Casa, Cândido Vaccarezza (PT-SP), comemorou

Levantamento feito pela liderança do governo na Câmara mostra que a fidelidade dos partidos da base do governo nestes primeiros 100 dias da presidente Dilma Rousseff foi de 92,7%. Entre as votações mais relevantes do período estão o salário mínimo e o tratado de Itaipu

Os números mostram que, entre os partidos médios e grandes, o PT foi o mais fiel (99,27%), seguido pelo PC do B (98,85%) e PSB (98,9%).

Os deputados do PMDB --partido do vice-presidente da República, Michel Temer_ apoiaram o governo em 91,12% dos casos. Já o PDT, do deputado Paulo Pereira da Silva (SP), que foi contra o valor de R$ 545 para o mínimo-- apoiou Dilma em 75,72% das votações, sendo o menos fiel das legendas da base na Câmara.

O líder do governo na Casa, Cândido Vaccarezza (PT-SP), comemorou. "A nossa base foi firme e enfrentou resistência da oposição que estendeu as votações por quase 16 horas", referindo-se ao acordo com o Paraguaia e MP do trem-bala.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br