Nove prefeitos lançam nomes para presidência da APPM

Geralmente, as eleições da associação movimentam o cenário político local

Apesar do surgimento de vários nomes para as eleições da Associação Piauiense de Municípios (APPM), a tendência é que na reta final das articulações do pleito os candidatos encontrem um nome de consenso para encabeçar a direção da entidade. Mesmo com a quantidade de pretensos à presidência, Raimundo Nonato Marreiros, atual presidente da APPM, acredita que não surgirão mais nomes além dos noves candidatos que já se lançaram.

?Está sendo um número considerável de candidatos, mas nesse momento é natural que surjam tantos nomes. Embora em quase todos os pleitos surjam diversos nomes interessados na disputa, ao final no máximo duas chapas são registradas para participarem efetivamente da eleição?, ressaltou Nonato Marreiros.

Ele informou ainda que o impasse sobre a data das eleições somente será solucionado amanhã (18) quando ocorrerá uma Assembléia Geral para definir a data da eleição. A dúvida para essa definição surgiu quando os prefeitos colocaram em discussão a realização do pleito no mês de dezembro, quando acontecerá um encontro de prefeitos do Piauí e do Maranhão em Teresina, ou em janeiro.

?Por conta disso, vamos sentar na Assembléia e propor o que for melhor para os prefeitos. Mas acredito que as eleições sejam mesmo em janeiro para não atrapalhar o Encontro de Prefeitos em dezembro?, completou o presidente da APPM.

Geralmente, as eleições da associação movimentam o cenário político local. Deputados estaduais, federais, senadores e até o próprio governador do Estado se mobilizam em favor de seus respectivos candidatos. O mandato do presidente da APPM é de dois anos, com direito à reeleição.

Fonte: Mateus Noronha, Jornal Meio Norte