Novo governador da Paraíba,José Maranhão responde a processos na Justiça Eleitoral

São oito processos tramitando no Tribunal Superior Eleitoral contra o governador

O novo governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), tomou posse nesta quarta-feira (18), mas assim como Cássio Cunha Lima, que teve o mandato cassado na última terça, Maranhão também responde a processos na Justiça Eleitoral.

São oito processos tramitando no Tribunal Superior Eleitoral contra o governador empossado José Maranhão. Dois deles relativos às eleições de 2006, a mesma em que foram cometidas as irregularidades que levaram à cassação de Cássio Cunha Lima.

Contra José Maranhão, as acusações em um processo são de abuso de poder econômico e compra de voto. No segundo, de abuso de poder político e também de compra de voto.

?Esses processos não prosperaram porque eles são meras chicanas advocatícias, que já foram liquidados aqui na Paraíba, subiram para o Tribunal Superior Eleitoral em grau de recurso, mas até agora não prosperaram?, diz Maranhão.

A posse de Maranhão e do candidato a vice dele nas eleições de 2006 foi no plenário da Assembleia Legislativa. De lá, todos seguiram a pé até o Palácio da Redenção, a sede do governo da Paraíba, onde foram recebidos com festa por partidários e simpatizantes.

Nesta quarta, os advogados de Cássio Cunha Lima entraram com recuso no Supremo Tribunal Federal para suspender a cassação. Cássio, que não quis dar entrevista, e o vice, José Lacerda Neto, perderam os cargos por compra de votos com dinheiro de programa assistencial.

O presidente da Assembleia Legislativa, Artur Cunha Lima, primo de Cássio, chegou a assumir o governo interinamente. A bancada do governo também entrou com recurso no STF para pedir eleições feitas pelos próprios deputados.

Fonte: g1, www.g1.com.br