Novo prefeito de Piripiri denuncia sucateamento no município

Novo prefeito de Piripiri denuncia sucateamento no município

Ao tomar posse no dia 1º, disse ainda que o relatório apresentado pela equipe de transição mostrava coisas absurdas.

O novo prefeito de Piripiri, Odival Andrade, denuncia, no primeiro dia de trabalho, o sucateamento da prefeitura e a estrutura do prédio em condições precárias.

Segundo ele, foram encontrados equipamentos obsoletos, computadores defasados, móveis quebrados, documentos impressos desorganizados e espalhados pelo chão.

Para piorar a situação, acrescenta Odival, os dados e informações digitais sobre as secretarias foram completamente apagados dos computadores da prefeitura.

De acordo com o secretário de Governo do município, Raimundo Filho, a equipe de transição já havia constatado e repassado à nova gestão a situação de precariedade da prefeitura.

?Para se ter uma ideia, mesas foram ao chão quando nós tentamos utilizá-las. Mas estamos preparados para trabalhar com o que nos foi deixado, até que possamos reestruturar a prefeitura, a fim de prestar um bom serviço à comunidade?, disse Raimundo.

O prefeito adiantou que a Sede Administrativa da cidade continuará no prédio atual, que, por conta da estrutura inadequada, vai passar por reformas.

Andrade também resolveu o impasse sobre a construção do Centro Administrativo, que o antigo gestor deixou sem concluir e que pretendia abrigar, além das secretarias, a sede do governo municipal.

?Vamos dar continuidade à obra, mas vamos direcioná-la para outra finalidade, já que a sede administrativa continuará na Praça da Bandeira, perto do povo, devendo passar apenas por uma ampla reforma para acomodar melhor os servidores?, pontua Odival.

Prefeito assume pela segunda vez

Odival vai administrar o município pela segunda vez. Ao tomar posse no dia 1º, disse ainda que o relatório apresentado pela equipe de transição mostrava coisas absurdas e que muitas informações foram omitidas pela gestão anterior.

"Não tivemos a relação nominal de todos os servidores. Não nos foi passada a relação de convênios, nem os contratos com empresas terceirizadas nem os montantes dispostos nas contas bancárias do município", afirmou na ocasião.

Ele informou também que fará auditoria em algumas obras e em alguns contratos, como no caso da coleta de lixo no município e do transporte escolar.

Fonte: Raimundo Gomes