Número de candidatas crescem, mas 30% das coligações não cumprem lei

Boa parte das coligações partidárias não cumpriu a cota de 30% de candidatas a cargos legislativos exigido por lei

Apesar de o número de mulheres ter crescido nas eleições de 2014, em comparação com as eleições de 2010, boa parte das coligações partidárias não cumpriu a cota de 30% de candidatas a cargos legislativos exigido por lei, segundo levantamento com base nos dados do DivulgaCand 2014, sistema de divulgação de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Até o fechamento desta reportagem, o TSE havia registrado 24.917 candidaturas. Apesar de o prazo para registro dos candidatos já ter se encerrado, o número total de registros é definitivo, pois o sistema permanece em constante atualização. Segundo o TSE, no entanto, quase a totalidade das candidaturas já foi computada.

Considerando todos os cargos que serão disputados neste pleito, são 7.410 candidatas, o que representa 29,7% do total. Em 2010, foram 5.061 candidaturas femininas, 22,4% do total daquelas eleições. Das 362 coligações registradas na Justiça Eleitoral para as eleições legislativas (deputado federal, estadual e distrital), 110 não cumpriram o patamar exigido por lei.

Fonte: UOL