O governo brasileiro promete sancionar lei para os caminhoneiros

Além disso, o governo admite a prorrogação dos empréstimos do Programa Pró-Caminhoneiro por um ano.

Para encerrar o protesto dos caminhoneiros, o governo se compromete a sancionar sem veto a Lei dos Caminhoneiros, aprovada pela Câmara no último dia 11 e que estabelece regras para o exercício da profissão de motorista. O projeto aprovado assegura isenção de pedágio para quem estiver com o caminhão vazio. Assim, os veículos vazios não pagarão pedágio pelos eixos que estiverem suspensos.

Além disso, o governo admite a prorrogação dos empréstimos do Programa Pró-Caminhoneiro por um ano. Em 2013 e 2014, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) emprestou R$1 bilhão.

O governo não atendeu ao pedido de reduzir preço do diesel nem de interferir na negociação do preco do frete. Nesta quarta, na Bahia, a presidente Dilma Rousseff afirmou que não há condições de reduzir o preço do diesel, a exemplo do que já havia antecipado o ministro Miguel Rossetto no dia anterior.

Na tarde desta quarta, representantes do governo e dos caminhoneiros vão se reunir em Brasília na tentativa de fechar um acordo.

Fonte: G1