Obama diz que ataques a polícia prejudicam luta contra o racismo

Presidente dos EUA discursou na capital espanhola neste domingo(10)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou neste domingo (10) que o movimento "Black Lives Matter" ("A Vida dos Negros Importa", em tradução livre) segue a mesma tradição que o ativismo contra a escravidão e pelos direitos das mulheres, embora quem ataque a polícia "prejudique" a causa.

Os protestos acontecem dias depois de um atirador matar cinco policiais em Dallas, em uma aparente vingança por oficiais da lei atirarem em pessoas negras. Dezenas de pessoas protestavam contra a morte de dois homens negros por policiais brancos nos estados da Luisiana e de Minnesota. Enquanto ocorria o protesto, o franco-atirador disparou contra os policiais.

Barack Obama (Crédito: Reprodução)
Barack Obama (Crédito: Reprodução)


Em declaração à imprensa em Madri, Espanha, Obama disse esperar que os integrantes desse movimento e as forças de segurança "se escutem entre eles" para superar as tensões da morte de dois jovens negros pela polícia e o massacre de cinco agentes em Dallas, no Texas.

"Acredito que muita gente do movimento 'Black Lives Matter' quer ver uma melhor relação entre a polícia e as comunidades" que protegem, principalmente as minorias, disse Obama após se reunir com o presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy.

Fonte: G1