Obras da Ferrovia Nova Transnordestina começam em maio no Piauí

O anúncio foi feito no início da tarde desta quinta-feira (12), durante o ato de assinatura da ordem de serviço, na Estação Velha, em Salgueiro (PE)

As obras da etapa piauiense da Ferrovia Nova Transnordestina serão iniciadas em maio deste ano, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A informação é do governador Wellington Dias, que acompanhou o presidente da República durante a vistoria das obras da Transnordestina no Município de Salgueiro, no Estado de Pernambuco. Luiz Inácio Lula da Silva anunciou a construção do trecho de 420 quilômetros da ferrovia ligando a cidade de Trindade (PE) a Eliseu Martins.

O anúncio foi feito no início da tarde desta quinta-feira (12), durante o ato de assinatura da ordem de serviço, na Estação Velha, em Salgueiro (PE), para a construção imediata de outro trecho da Transnordestina, entre as cidades pernambucanas de Salgueiro e Trindade, que, numa segunda etapa, será ligada a Eliseu Martins. O governador acrescentou que a ordem de serviço para a construção da etapa piauiense será assinada pessoalmente pelo próprio presidente da República, no Piauí.

Luiz Inácio Lula da Silva anunciou ainda que o trecho piauiense será construído em quatro lotes de 100 quilômetros, cujas obras terão andamento simultâneo e cronograma acelerado - máquinas e homens trabalharão 24 horas por dia. Serão empregados 1.000 trabalhadores piauienses em cada um dos quatro lotes, totalizando a geração de 4.000 empregos diretos gerados simultaneamente, durante a construção do trecho piauiense da Ferrovia Nova Transnordestina.

Obras da Ferrovia Nova Transnordestina

Animado com o anúncio oficial do início da ferrovia no Piauí, Wellington Dias informou que as respectivas obras em território piauiense serão concluídas em junho de 2010. O governador observou que o Estado será um dos maiores beneficiados pela Transnordestina, já que terá como escoar toda a produção de grãos e minérios aos portos de Pecém, em Fortaleza (CE), e Suape, em Recife (PE).

Segunda maior obra do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Ferrovia Nova Transnordestina está orçada em R$ 5,4 bilhões, gerando 600 mil empregos diretos, com 1.700 quilômetros de extensão, inteiramente construídos, e ainda outros 500 quilômetros remodelados no trecho entre a cidade de Porto Real do Colégio (AL) e o Porto de Suape, em Recife.

Para comemorar a importância da obra, o presidente da República avisou também que irá percorrer toda a extensão da Nova Transnordestina, quando for inaugurada, no final de 2010. Ele disse que retornará, de trem, a Eliseu Martins, que, a partir da inauguração da ferrovia, estará diretamente ligada às capitais Fortaleza e Recife. Luiz Inácio Lula da Silva destacou a importância da parceria com os governos estaduais do Ceará, Piauí e Pernambuco.

Além de Wellington Dias, participaram dos eventos em Salgueiro os governadores dos Estados do Ceará, Cid Gomes; e de Pernambuco, Eduardo Campos; a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff; os ministros da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima; dos Transportes, Alfredo Nascimento; de Ciência e Tecnologia, Sérgio Resende; e da Comunicação Social, Franklin Martins, entre outras autoridades.

O empresário Benjamim Steinbruch, presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CNS) - realiza e controlará a administração da Ferrovia Nova Transnordestina -, também acompanhava o presidente, que visitou, primeiramente, as obras do trecho entre as cidades de Missão Velha (CE) e Salgueiro, onde, num segundo momento, foi festejado por um público aproximado de cinco mil pessoas, que foram prestigiar o ato de assinatura do termo de serviço.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br