Oposição exige que Ideli explique o uso de helicóptero do Samu

Oposição exige que Ideli explique o uso de helicóptero do Samu

Depois de denúncia de que Ideli Salvatti voa em aeronave do Samu, oposição cobra postura da Comissão de Ética

Partidos de oposição à gestão Dilma Rousseff cobraram ontem que a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti (PT-SC), preste explicações à Comissão de Ética Pública da Presidência da República. A reação veio após denúncia do Correio de que a ministra, pré-candidata ao Senado por Santa Catarina, utiliza durante missões oficiais em sua base eleitoral o único helicóptero da Polícia Rodoviária Federal no estado, destinado primordialmente à remoção de pacientes graves. No Palácio do Planalto, ontem à noite, ela afirmou que ?outros ministros também utilizaram. Então, ilegalidade nenhuma?.

O equipamento modelo Bell 407 (prefixo PT-YZJ), conveniado ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), é equipado com uma maca, tubo de oxigênio e materiais de primeiros socorros. À disposição de Ideli, o helicóptero tem os equipamentos retirados e a escala de atendimento de urgência suspensa.

O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), classificou de ?imoral? a utilização da aeronave. ?Isso que a ministra está fazendo é uso eleitoreiro de um bem público para pavimentar sua campanha. Essa prática imoral tem sido usada nesses anos todos por este governo?, afirmou. Para o parlamentar, a responsável pela articulação política do governo Dilma precisa explicar ao país a sua atitude.

Fonte: Correio Braziliense