Oposição vai ao Supremo para tentar garantir CPI exclusiva da Petrobras

a oposição quer evitar que a base governista consiga incluir na CPI denúncias sobre o cartel do metrô de São Paulo



Representantes de partidos de oposição e senadores considerados independentes protocolaram nesta terça-feira (8) no STF (Supremo Tribunal Federal) um pedido para que a CPI da Petrobras seja instalada no Congresso e investigue exclusivamente a estatal.

Com o pedido, a oposição quer evitar que a base governista consiga incluir na CPI denúncias sobre o cartel do metrô de São Paulo e irregularidades na construção do Porto de Suape e nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

De acordo com o presidente do PSDB e pré-candidato à presidência, Aécio Neves, a ida ao STF tenta preservar o direito à investigação por parte da minoria no Congresso. "Esse é um ato sobretudo em defesa do parlamento e de suas prerrogativas", disse.

"Se prevalecer a posição do presidente Renan [Calheiros] nós estamos abdicando para sempre o direito das minorias de investigar qualquer denúncia grave em relação a atos do governo", completou.



Fonte: Folha