Para conter sobrepeso, governo de MG vai custear academia para jovens

Projeto visa a atender de 10 mil a 14 mil pessoas entre 15 e 19 anos. Academias vão receber R$ 50 por aluno frequente

A partir de abril, jovens mineiros que estão acima do peso poderão ter a prática de atividades físicas custeada pelo governo. Gerido pela a Secretaria de Estado de Saúde (SES) em parceria com Secretaria de Estado de Esporte e da Juventude (Seej), o projeto ?Geração Saúde?, uma espécie de ?bolsa-academia?, quer beneficiar, neste primeiro ano, entre 10 mil e 14 mil adolescentes em Minas Gerais.

De acordo com a diretora de Promoção à Saúde e Agravos não Transmissíveis da SES, Daniela Souzalima Campos, dados preocupantes levaram à criação do programa. ?Um dos motivos foi que atualmente temos no estado de Minas Gerais um número considerável de jovens com sobrepeso. Cerca de 15% dos adolescentes, entre 10 e 19 anos , que foram atendidos em 2012 nas unidades básicas de saúde e pelo Programa Saúde da Família (PSF) apresentaram sobrepeso?, aponta.

Ela explica que o projeto objetiva proporcionar qualidade de vida aos jovens, além de consolidar hábitos de vida saudável. Segundo Daniela Souzalima Campos, o foco do ?Geração Saúde? é a faixa etária entre 15 e 19 anos.

Na prática

A ?bolsa-academia? será oferecida a jovens atendidos pelo Programa Saúde da Família (PSF) e que tiverem o sobrepeso constado pela equipe de profissionais. Depois de serem encaminhados a uma academia, eles passarão por uma avaliação física, que apontará as atividades físicas mais indicadas para cada caso.

De acordo com subsecretário de Estado de Esporte, Adenilson Idalino de Sousa, os jovens poderão praticar atividades variadas, no mínino, três vezes por semana e, no máximo, cinco. A freqüência mínima de 75%, verificada por meio de um sistema de biometria, será obrigatória para que os participantes do projeto continuem a receber o benefício. Os jovens também serão acompanhados por psicólogos e nutricionistas e passarão por reavaliações periódicas.

Para cada aluno frequente, as academias receberão, por mês, o valor de R$ 50. Segundo Daniela Souzalima Campos o pagamento será feito diretamente aos estabelecimentos credenciados. O governo feito pelo governo previsto para 2013 é de mais de R$ 10,1 milhões.

Até esta quarta-feira (13), 82 academias já haviam sido aprovadas para atender os participantes do ?Geração Saúde?. Entretanto, apenas 38 dos 853 municípios mineiros constavam na lista das cidades que já aderiram ao projeto. Belo Horizonte, por exemplo, cidade com maior número de habitantes do estado, ainda estava de fora. De acordo com Sousa, o projeto foi apresentado ao secretário de Saúde da capital, Marcelo Teixeira, que, segundo o subsecretário, manifestou interesse em aderir ao programa. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o edital para adesão ainda está em análise.

O subsecretário destaca o caráter pioneiro do projeto por unir iniciativa privada e equipes do PSF. ?O fim não é nenhuma obra, é a prática da atividade física, em equipamentos adequados para esta prática, com profissionais adequados, na região em que o jovem mora?, explica.

Fonte: G1