Parentes do ex-presidente Lula devolvem "superpassaportes"

Documentos diplomáticos de dois filhos e de dois netos haviam sido concedidos de forma irregular pelo governo

Dois filhos do ex-presidente Lula, Marcos Cláudio e Sandro Luis, devolveram no começo do mês os passaportes diplomáticos que haviam recebido de forma irregular do governo federal.

Dois netos de Lula menores de idade, filhos de Marcos e Sandro, entregaram os superpassaportes no mesmo dia. Os quatro documentos foram entregues no escritório de representação do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo.

A devolução dos documentos ocorre cinco meses após o jornal Folha de S. Paulo revelar a decisão que beneficiou os filhos de Lula. O documento foi concedido em "caráter excepcional" e "em razão de interesse do país", sem que fosse apresentada uma justificativa para a concessão.

Os quatro documentos tinham validade de quatro anos e iam durar todo o mandato da presidente Dilma.

Os familiares devolveram sob pressão do Ministério Público Federal no Distrito Federal, que abriu uma ação após a reportagem da publicação.

Outros quatro integrantes da família -os três filhos de Lula, Luís Cláudio, Fábio Luís, Lurian, e um neto- ainda têm o documento. O Ministério Público Federal requereu informações sobre a devolução dos documentos ao Itamaraty e, segundo a Folha apurou, vai à Justiça tentar a anulação dos superpassaportes dos familiares de Lula que ainda não foram devolvidos.

O benefício para Marcos Cláudio foi concedido a dois dias do fim do mandato do ex-presidente, em 29 de dezembro de 2010, a pedido do ex-presidente. Sandro Luis havia recebido o documento, também a pedido de Lula, poucos dias antes.

Fonte: Folha.com