Congresso vai votar 3060 vetos nesta quarta-feira

Marcelo Castro explicou que alguns são, na verdade, dispositivos vetados, e que podem ser votados em grupo

O pedido de urgência para a apreciação do veto da presidente Dilma ao projeto que divide igualitariamente os recursos do petróleo brasileiro em alto mar foi por água abaixo. Foi proibido pelo ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Luiz Fux que se vote o veto da presidente antes que todos os outros vetos pendentes, de outros processos, existentes no Congresso sejam votados. Os vetos pendentes somam 3060.

O deputado federal Marcelo Castro, um dos maiores articuladores na questão, disse:"Veja o tanto de dificuldades que enfretamos. Já fizemos seis votações, todas elas ganhamos por maioria esmagadora?. Segundo ele, os vetos pendentes vem desde 2000.

Mas segundo Marcelo Castro, ele e mais vários outros deputados e senadores decidiram que amanhã votarão todos os vetos pendentes e o da presidente Dilma. "Amanhã faremos um esforço hercúleo e vamos votar os 3060 vetos aqui do Congresso", afirmou.

Marcelo Castro explicou que alguns são, na verdade, dispositivos vetados, e que podem ser votados em grupo. A intenção da comissão é, na verdade, aprovar todos os vetos, menos o da presidente Dilma. "Se não conseguirmos derrubar uma lei indecente dessa, nós não servimos para nada", disse o deputado.

Fonte: Andrê Nascimento