Parnaíba recebe oficina de capacitação do Ministério da Cultura

As oficinas aconteceram em quatro diferentes regiões do Estado

Foi com apresentação do grupo de dança afro do terreiro de Cosme e Damião em Parnaíba, que as oficinas do Ministério da Cultura (Minc), em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura, encerraram o ciclo de capacitação no Piauí. As oficinas aconteceram em quatro diferentes regiões do Estado e os produtores culturais de Bom Jesus, Teresina, Piripiri e Parnaíba puderam conhecer e tirar dúvidas sobre os editais relacionados à política de Cultura Viva.


Image title

A última oficina aconteceu no auditório do campus da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em Parnaíba. Entre os presentes estavam o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo, o Prefeito de Parnaíba, Florentino Neto e o superintendente municipal de cultura, Hélder Sousa.

“O que nós estamos fazendo aqui é inédito, estamos nos antecipando aos editais. Nas oficinas, os interessados puderam tirar dúvidas e já vão poder sair daqui e elaborar seus projetos. Nós tínhamos que escolher quatro cidades do Piauí para receber essa capacitação, uma delas foi Parnaíba, porque sabemos do grande potencial dessa cidade”, afirma o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo.

O chefe da representação regional Nordeste do Ministério da Cultura, Gilson Barros, que ministrou as quatro oficinas no Piauí, explicou e tirou as dúvidas dos participantes acerca dos três editais do Minc: Pontos de Mídia Livre, Pontos de Cultura Indígena e Culturas de Redes – Fortalecimento de Redes Culturais do Brasil. Esses editais para projetos específicos são lançados periodicamente pelo Ministério da Cultura.

O coordenador do projeto Movimento organizado de Hip Hop de Parnaíba, Rodrigo Pereira, explicou que o grupo tem interesse em se inscrever no edital Culturas de Redes – Fortalecimento de Redes Culturais do Brasil. Esse edital é destinado a entidades e coletivos culturais, certificados ou não, como Ponto de Cultura, e serão escolhidas 40 iniciativas, divididas em duas categorias; cada iniciativa receberá R$ 50 mil.

“Nosso projeto visa resgatar os jovens das ruas, ensinar a dançar e a desenhar. Estamos com um curso voltado à dança. É o sétimo ano que estamos fazendo e temos interesse no edital para conseguir recursos e aumentar o projeto”, conta Rodrigo Pereira, coordenador do Movimento Organizado de Hip Hop em Parnaíba. 

Remanescentes indígenas participam da oficina em Piripiri

Na cidade de Piripiri, 48 pessoas participaram da oficina de capacitação do Ministério da Cultura na última quinta-feira (6). Entre os participantes, estava a comunidade de remanescentes indígenas Itacoatiaras. O Piauí possui mais de 3 mil remanescentes indígenas e essas comunidades podem se inscrever no edital Pontos de Cultura Indígena do Minc, que estará com inscrições abertas até o dia 1º de setembro.

Fonte: Com informações da Ascom