Partido da República anuncia seu apoio à candidatura de Dilma

Partido da República anuncia seu apoio à candidatura de Dilma

O prazo para os partidos formalizarem seus candidatos para as eleições presidenciais de 5 de outubro terminava hoje.

O Partido da República (PR), que conta com 31 deputados e quatro senadores, anunciou nesta segunda-feira seu apoio à candidatura de Dilma Rousseff à reeleição, após a presidente atender um pedido da legenda e substituir Cesar Borges por Paulo Sérgio Passos no Ministério dos Transportes.

O prazo para os partidos formalizarem seus candidatos para as eleições presidenciais de 5 de outubro terminava hoje.

O PR já tinha realizado sua convenção nacional mas não havia definido um apoio formal, responsabilidade que foi deixada nas mãos da direção do partido e condicionada a presidente Dilma atender os pedidos da legenda.

O apoio à candidatura Dilma foi aprovado em reunião nesta segunda-feira em Brasília por 23 dos 24 integrantes da direção nacional do partido, com um único dissidente defendendo uma coligação com Aécio Neves, do PSDB.

Dilma Rousseff anunciou na quinta-feira passada a destituição de César Borges do Ministério dos Transportes, cuja saída era exigida por seus próprios correligionários do PR, que se queixavam de não serem atendidos pelo ministro.

Dilma nomeou como novo ministro Paulo Sérgio Passos, também do PR e que já tinha ocupado o cargo. O apoio do partido soma um minuto a propaganda eleitoral gratuita da candidata do PT.

"As diferenças do partido com o governo se centravam na relação com o ministro (César Borges). A decisão de substitui-lo fez com que o partido entendesse a boa vontade do governo", admitiu o senador Alfredo Nascimento, presidente do PR.

Fonte: Yahoo