Partido Progressista deixa a base do Governo para atuar independente, diz Ciro

Partido Progressista deixa a base do Governo para atuar independente, diz Ciro

"É importante tanto para o governo quanto para o povo que haja um partido de alto nível para o papel de fiscalizar", disse Ciro Nogueira

O Partido Progressista deixou a base do Governo do Estado, segundo o senador Ciro Nogueira, para atuar de forma independente. Ele disse que PP não deve, por isso, se tornar oposição, mas que agora tem mais liberdade para criticar as ações do governo Wilson Martins. "É importante tanto para o governo quanto para o povo que haja um partido de alto nível independente, para cumprir o papel de fiscalizar", disse Ciro ao meionorte.com.

Ciro Nogueira contou que sexta-feira foi feito o comunicado ao governador Wilson Martins sobre a decisão do partido. Ele afirma que o partido não fará oposição, mas sim criticar construtivamente as ações do governo. "Quando o partido tem cargos dentro do governo, é constrangedor criticar", explicou. Para ele, esta foi uma "decisão madura" do partido.

O senador comentou que o Governo do Estado está inchado, e que isso atrapalha e causa desperdício. "Esse inchaço não vem desse governo, vem de antes, mas Wilson não quis corrigir. Falei para ele várias vezes, mas é uma decisão dele. A nós, só cabe discordar".

Fonte: Andrê Nascimento