PDT defende apresentação de “esboço de chapa majoritária” no dia 19

O partido defende que sejam definidos os nomes dos pré-candidatos a governador, vive, dois senadores, suplente de senador e presidente da Alepi

Os representantes dos partidos políticos aguardam com ansiedade os resultados da reunião dessa sexta-feira, 19, onde deverá ser definido o candidato que encabeçará a chapa da base governista. Mesmo não tendo nenhum nome entre os quatro pré-candidatos da base, o PDT, que também faz parte do bloco governista, defende que, durante a reunião, seja apresentado um ?esboço? da composição da chapa majoritária.

De acordo com o deputado Flávio Nogueira, que preside o partido no Piauí, a proposta é que sejam definidos os nomes dos pré-candidatos a governador, vice-governador, dois senadores, suplente de senador e presidente da Assembléia Legislativa do Piauí. ?Assim, os partidos que fazem parte do bloco, terão uma definição de suas participações e, dessa forma, evitaremos insatisfeitos?, justifica.

Em relação à reunião da base aliada, Nogueira adianta que o partido já está concluindo a rodada de pesquisas entre os militantes pedetistas. ?Estamos ouvindo lideres no interior, prefeitos, vereadores. Já colhemos as preferências dos deputados. Faltam poucos militantes serem ouvidos?, pontua, ressaltando que a escolha do partido só deverá ser anunciada na reunião. ?O nome que será indicado pelo partido será aquele que mantém o melhor relacionamento com o PDT?, adianta.

Seguindo o mesmo caminho do PMDB, que já afirmou não descartar alianças com a oposição, o PDT afirma que ?no momento o partido está com a base aliada?. ?Insistimos na união da base e em permanecer nela, mas isso não quer dizer que toda aliança fora isso está descartada. Isso dependerá do que for acordado na reunião desta sexta-feira?, ressalta, acrescentando que espera que haja um consenso e que a base lance apenas um nome. ?Ainda assim, as eleições serão disputadas?, analisa.(M.M)

Fonte: Mayara Martins