PF pede ao STF para investigar ministro por gasto com "fantasmas"

Filiados ao PDT confirmaram que constavam da folha de pagamentos da ONG

A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal autorização para investigar o ministro do Trabalho, Manoel Dias (PDT), após conclusão de inquérito sobre desvio de recursos da pasta. Conforme relatório concluído na semana passada e remetido à Justiça, há indícios da participação de Dias em esquema para empregar militantes do seu partido como funcionários fantasmas de uma entidade que firmou convênios com o ministério, recebendo R$ 11 milhões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Filiados ao PDT confirmaram que constavam da folha de pagamentos da ONG sem nunca ter trabalhado para ela. Dias nega ter dado ordem para as irregularidades e afirma não temer a abertura de um inquérito. A investigação da PF partiu de revelações de um ex-dirigente do PDT em entrevista ao jornal em setembro do ano passado. John Sievers contou, então, que recebia pagamentos mensais da Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Tijucas e Itajaí Mirim (ADRVale) em 2008, a mando do ministro Dias.

Fonte: Terra, www.terra.com.br