Piauí terá investimento de R$1 bilhão e nova subestação. Veja!

O anúncio foi feito ontem pelo presidente nacional da Eletrobrás José Antonio Muniz, em Teresina

O setor de energia elétrica do Piauí, marcado por deficiências que acumularam dívidas de R$ 1,2 bilhões, terá um reforço de R$ 1 bilhão este ano. O anúncio foi feito ontem pelo presidente nacional da Eletrobrás, José Antonio Muniz, durante o lançamento do projeto de construção da subestação de energia do bairro Renascença, zona Sudeste da capital. A antiga Cepisa - chamada agora de Eletrobrás Distribuição Piauí - pretende agora rever as perdas de energia e a inadimplência dos consumidores piauienses.

Segundo Luiz Carlos Coelho, assistente da Diretoria de Planejamento, a disponibilidade de energia está garantida em três pontos fundamentais da cidade: nas subestações Renascença, Poty, e Distrito Industrial. ?As reformas melhorarão substancialmente o fornecimento de energia, somando R$ 46 milhões somente em Teresina?, explica

Desde 2004 já foram investidos pelo Governo Federal R$ 200 milhões na área elétrica do Estado. ?Temos R$ 275 milhões garantidos para conduzir as obras sem problemas por três anos seguidos?, pontuou Coelho. O novo presidente da Eletrobrás Piauí, Pedro Hosken, ex-diretor financeiro das companhias, assumiu o lugar de Flávio Decat, que deixou esta semana o comando de seis distribuidoras de energia elétrica federalizadas para assumir um cargo executivo no grupo Rede Energia, de gerenciamento de distribuidoras privatizadas.



O governador Wilson Martins (PSB), que também participou do evento, lembrou que já trabalhou de perto com o setor elétrico na condução do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e confessou que o Estado tem um ?trauma? com o Programa Luz Para Todos. ?O Programa não avançou como imaginávamos. Tivemos muitas reclamações, mas serão feitos investimentos que somam mais de 10% do orçamento da Eletrobrás e resolveremos definitivamente essa questão, reconquistando o prestígio da Cepisa?, avalia.

O Luz para Todos será prioridade nos investimentos da Eletrobrás, totalizando R$ 700 milhões para a realização de 77 mil ligações elétricas rurais apenas em 2010. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte