PI terá R$ 703 milhões em obras de energia

O anúncio foi feito hoje, pelo novo presidente da antiga Companhia Energética do Piauí (Cepisa), Pedro Hosken

Entre 2010 e 2014 serão aplicados R$ 703.374 milhões em obras de melhoria elétrica do Estado. O anúncio foi feito hoje, pelo novo presidente da antiga Companhia Energética do Piauí (Cepisa), Pedro Hosken, que está hoje no Piauí para lançar a pedra fundamental da subestação do bairro Renascença, na zona Sudeste de Teresina. Hosken também lançou a nova marca do sistema Eletrobrás no Estado. As dívidas da empresa no Piauí somam mais de R$ 1, 2 bilhões apenas em 2009. Hosken, ex-diretor financeiro das companhias, está no lugar de Flávio Decat, que deixou ontem o comando de seis distribuidoras de energia elétrica federalizadas para assumir um cargo executivo no grupo Rede Energia, de gerenciamento de distribuidoras privatizadas. O presidente nacional da Eletrobrás, José Antonio Muniz, também estará na capital, onde deverá discutir os investimentos no setor elétrico piauiense. Na última visita de Decat ao Estado, em janeiro, foram anunciados investimentos de até R$ 1 bilhão para o Piauí até o final deste ano. O montante será priorizado para o Programa Luz para Todos, que pretende realizar 77 mil ligações elétricas rurais. A construção das subestações do Renascença e da Avenida Maranhão, próximo à sede da empresa, irão custar em torno de R$ 31 milhões.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte