Piauí criará Política Estadual de Mudanças Climáticas e Combate à Pobreza

O projeto será encaminhado à Assembleia Legislativa para votação.

Numa iniciativa pioneira o Governo do Piauí deverá apresentar, ainda neste primeiro semestre, projeto de lei criando a Política Estadual de Mudanças Climáticas e Combate à Pobreza, que associa as práticas de preservação ambiental às políticas de proteção social. O projeto será encaminhado à Assembleia Legislativa para votação.

Segundo o secretário estadual do Meio Ambiente, Dalton Macambira, que acompanhou o governador Wellington Dias, em audiência pública na Câmara Federal, em Brasília, o projeto prevê a criação da Bolsa Verde, uma remuneração no valor de R$ 120,00, em sistemática semelhante ao programa federal Bolsa Família, para pequenos agricultores familiares por desmatamentos evitados. O projeto também prevê treinamento e capacitação dos agricultores visando alternativas nos modos de produção.

O programa será totalmente monitorado pela Secretaria do Meio Ambiente. O projeto piloto será na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rangel, no município de Curimatá, região Sul do Estado, contemplando inicialmente cerca de 200 famílias. ?A ideia é dar alternativas de sobrevivência sem precisar degradar o meio ambiente?, observa o secretário.

A APA do Rangel foi escolhida pelo alto índice de degradação ambiental em decorrência de queimadas.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br