Piauí é o 3º do Brasil e 1° do Nordeste na geração de empregos

O Piauí se destaca em âmbito nacional com saldo positivo de 0,54%

O Piauí é o terceiro estado do Brasil que mais gerou empregos no ano de 2015 e, neste aspecto, apresenta os melhores resultados na região Nordeste. É o que mostram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que aponta o saldo positivo de 0,54%, o que representa a abertura de 1.663 postos no mercado formal no período de janeiro a setembro.

Com o intuito de apresentar os números positivos e buscar alternativas para manter e até mesmo elevar o percentual de crescimento, o secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaías, participou de audiência com o governador Wellington Dias. “No cenário de recessão, provocado pela crise econômica mundial, o estado mostra que é possível transformar as dificuldades em oportunidades”, comemorou o gestor da Setre.

Animado com os números e as perspectivas apresentadas na reunião, o governador Wellington Dias comprometeu-se em disponibilizar ainda mais apoio à Setre nas áreas de qualificação profissional e empreendedorismo. Já para estimular os setores que têm gerado empregos formais, os gestores planejam uma premiação simbólica às empresas que têm procurado o serviço de intermediação de mão de obra do Sistema Nacional de Empregos do Piauí (Sine-PI).

"Em janeiro de 2016 iremos agraciar os setores que tem mantido as contratações e ajudado o Piauí a ser o terceiro estado do Brasil e o primeiro do Nordeste que mais gera empregos formais. Esse prêmio nada mais é que o reconhecimento do Governo do Estado, por meio da Setre, à esses setores que nos ajudam a combater o desemprego”, finalizou o governador Wellington Dias.


Image title

Image title

Fonte: Com informações do Portal do Governo