Piauí elegeu apenas um deputado federal sem ajuda das coligações

Os cálculos do quociente eleitoral conseguiram eleger nove dos dez deputados federais piauienses no último dia 03 de outubro.

Os cálculos do quociente eleitoral conseguiram eleger nove dos dez deputados federais piauienses no último dia 03 de outubro. O levantamento foi feito pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) e apontou que apenas 35 dos 513 deputados federais eleitos alcançaram individualmente o quociente eleitoral nos seus Estados. Já em 2006, 32 foram eleitos ou reeleitos com os seus próprios votos.

Bahia, Pernambuco e Minas Gerais elegeram cinco parlamentares sem ajuda da coligação enquanto Ceará, Goiás, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo elegeram dois. Já o Acre, Distrito Federal, Piauí, Paraná, Rondônia e Roraima somaram apenas um representante. No Piauí, o campeão de votos para a Câmara Federal, Marcelo Castro (PMDB), que obteve 171.697 votos, ou 10,35% dos votos válidos do Estado, foi a excessão e conseguiu se eleger com os próprios votos.

No caso dos cargos majoritários de presidente, governador e senador, o candidato que tiver o maior número de votos válidos vence as eleições. Já os deputados são eleitos considerando o número de votos válidos e a quantidade total de votos do partido e da coligação. O quociente eleitoral - que é a divisão dos votos válidos pelo número de vagas do estado - determina a quantidade de deputados a que cada partido ou coligação tem direito.

A partir do quociente eleitoral é calculado o quociente partidário, onde são divididos os votos recebidos pela legenda pelo quociente eleitoral. O resultado dessa matemática é a quantidade de vagas que a coligação tem direito. Cabe aos candidatos mais bem colocados dentro da coligação preencherem as vagas. O democrata José Maia Filho, o Mainha - que foi suplente do deputado falecido Mussa Demes (DEM) - totalizou 89.884 mil votos (5,43%). Apesar de ter tido mais votos que Jesus Rodrigues, do PT, (com 69.101 votos, ou seja, 4,18%) Mainha não foi eleito por causa do quociente eleitoral. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte