"Piauí não terá dificuldade", diz Heráclito sobre a fusão PSB-PPS

"Piauí não terá dificuldade", diz Heráclito sobre a fusão PSB-PPS

Em entrevista na Rede Meio Norte, na tarde de ontem, o deputado federal Heráclito Fortes (PSB) comentou sobre o início do processo de fusão entre o PSB, liderado por Carlos Siqueira, e o PPS, de Roberto Freire; indicando que as siglas não devem encontrar dificuldades para formalizar o acordo, tendo em vista que a próxima etapa condiz com o convencimento da militância em torno da alternativa, seguindo para a definição do nome e o programa de ações.

"Tem que ter alguns ajustes nos Estados, no Piauí não deve ter dificuldade, em nível nacional também creio que não", disse. De acordo com o parlamentar, a união dos partidos deve ser sacramentada até o final deste semestre, observando basicamente o prazo estipulado pela Justiça Eleitoral para a migração.

"A tendência é que seja sacramentado antes de junho, para dar espaço a mobilização. Nós temos o prazo até setembro para migração partidária e não podemos prejudicar ninguém", enfatizou.

ELEIÇÕES - Caso o processo se confirme, a bancada do PSB e PPS será a maior da Câmara Municipal de Teresina, neste ponto, Fortes avaliou a informação como positiva, mas descartou que já haja mobilizações direcionadas ao pleito do próximo ano.

Aliado do atual prefeito Firmino Filho (PSDB), o deputado federal comentou sobre as especulações envolvendo uma possível aliança entre o PT e o PSDB em Teresina.

"Eu sou aliado ao prefeito, se ele não quer tratar do assunto agora não sou eu que vou trazer, tanto água vai correr nessa ponte, é melhor esperar", declarou.

Fonte: Rede Meio Norte