PIB do Piauí aumentou 80% desde 2003

O Produto Interno Buto (PIB) do Piauí registrou um crescimento de 6,7% em 2009 em comparação com 2008.

O Produto Interno Buto (PIB) do Piauí registrou um crescimento de 6,7% em 2009 em comparação com 2008. A porcentagem representa R$ 907 milhões a mais na soma de todos os bens e serviços finais produzidos no Estado. Ao todo foram alcançados R$ 15.654 milhões. As estimativas foram anunciadas ontem pelo governador Wellington Dias e o presidente da Fundação Cepro (Fundação Centro de Pesquisas Econômicas e Sociais do Piauí), Oscar de Barros.

De acordo com Oscar, o crescimento do comércio e da construção civil piauiense são os principais responsáveis pelo bom desempenho do PIB no ano passado. ?Foram dois setores que alavancaram e economia do Estado, apesar de ainda estarmos nos recuperando dos efeitos da crise econômica mundial. Estamos em uma situação confortável perante os dados do Brasil e do Nordeste?, avalia.

Para o presidente da Cepro, a tendência é que o ritmo de desenvolvimento econômico seja aumentado nos próximos anos, com a instalação de grandes indústrias no Piauí, como a Suzano e a Vale do Rio Doce. ?Em cinco anos estaremos no topo de todos os Estados nordestinos, ultrapassando Ceará e Rio Grande do Norte, por exemplo?, acredita Barros.

Mesmo com a seca observada este ano no semi-árido piauiense, Oscar pondera que o agronegócio tem o menor peso na medição do PIB. ?O maior destaque está para a indústria e comércio?, diz, lembrando que a meta da administração estadual é superar os últimos números. No período de 2003 a 2009, o PIB variou 36,7%. O valor alcançado em 2009, em termos monetários, é 80,63% superior ao de 2003, o primeiro ano do governo Dias. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte