Plano consolida cultura da qualidade na educação, diz Haddad

Plano consolida cultura da qualidade na educação, diz Haddad

Lula assinou projeto do PNE 2011-2020, que será enviado ao Congresso

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou nesta quarta-feira (15) que o Plano Nacional de Educação (PNE) para o período 2011-2020, enviado ao Congresso pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ?consolida a cultura da qualidade? na gestão da educação no país.

?O grande diferencial do plano é que ele consolida a cultura da qualidade. Ele não é um plano que mira quantidade, é um plano que mira quantidade e qualidade?, afirmou Haddad. ?As metas têm que ser lidas em voz alta pela sociedade nos próximos anos", disse.

Segundo o Ministério da Educação, o projeto do novo PNE prevê dez diretrizes e 20 metas com estratégias específicas para concretização na sociedade. Haddad listou algumas das metas.

?O salário dos professores, em média, não pode continuar inferior ao salário das demais categorias profissionais. O diretor de escola não pode ser escolhido por critérios políticos?, exemplificou Haddad.

O projeto do PNE segue para o Congresso para ser analisado e referendado por deputados e senadores, a partir do próximo ano. ?A nossa expectativa junto ao Congresso é de que ele se fixe ao conjunto de metas, para que o número de metas não aumente muito?, disse Haddad.

A cerimônia de assinatura do plano ocorreu pouco antes de o presidente Lula lançar no Palácio do Planalto o documento ?Brasil 2003 a 2010?, uma espécie de relatório de todas as ações realizadas pelo governo ao longo dos dois mandatos de Lula.

Fonte: g1, www.g1.com.br