Eleições 2012: PMDB conversará com PSDB, diz vice-governador

Eleições 2012: PMDB conversará com PSDB, diz vice-governador

A exemplo do PSB, o PMDB também se sente a vontade para conversar com outras siglas.

As afirmações do presidente do diretório municipal do PSB em Teresina, vereador Rodrigo Martins, sobre os caminhos que o partido pode seguir este ano na capital - incluindo uma possível aliança com o PSDB - tiveram o efeito de afastar o PMDB das negociações sobre a formação de uma chapa com os socialistas. O vice-governador do Piauí, Moraes Sousa Filho, o Zé Filho (PMDB), afirmou que o posicionamento do PSB causa "estranheza".

"Essa declaração do presidente do PSB não deixa de nos causar estranheza e faz com que PMDB fique aberto a outras negociações. Isso vai fazer com que a gente converse com candidato do PSDB. Nosso objetivo é fazer uma candidatura forte em Teresina.

A exemplo do PSB, o PMDB também se sente a vontade para conversar com outras siglas que não sejam da base, mas a base foi nossa primeira opção", afirmou Zé Filho, em referência aos partidos que compunham a base aliada que elegeu o governador Wilson Martins (PSB) no pleito de 2010.

O PSB chegou a cogitar pelo menos quatro nomes para o cargo de prefeito: os vereadores Rodrigo Martins e Edvaldo Marques, o deputado estadual Wilson Brandão e o deputado federal Átila Lira.

Como nenhum dos possíveis pré-candidatos se viabilizou em relação a intenções de voto e alianças partidárias, a sigla admite entre suas opções apoiar o deputado federal Marllos Sampaio (PMDB); o deputado estadual Firmino Filho (PSDB) ou não fechar nenhuma aliança.

"O PMDB pode indicar o vice sim do PSDB. Eu mesmo já tomei a decisão de conversar ainda hoje com o deputado Firmino Filho. Vamos conversar e ver se esse entendimento pode existir também com o PMDB", pontuou o vice-governador.

Caso Marllos Sampaio não se viabilize como candidato, o grupo político que o apoia deve lançar a candidatura do irmão de Marllos, o ex-presidente da Fundespi, Marco Aurélio Sampaio, a prefeitura de Esperantina.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte