PMDB: Crise preocupa Themístocles

O próprio presidente estadual do PMDB, deputado federal Alberto Silva entrou em campo para minimizar

O presidente estadual da Assembl?ia Legislativa Them?stocles Filho (PMDB) dedicou-se ontem a ser um ?bombeiro? para apagar o inc?ndio no PMDB. O parlamentar pediu calma aos companheiros de partido que exigem um comando mais efetivo e atribui a isso a redu??o do n?mero de prefeituras ocupadas pelo partido. O pr?prio presidente estadual do PMDB, deputado federal Alberto Silva entrou em campo para minimizar as cr?ticas dos parlamentares do partido.

Para o deputado Them?stocles Filho ? preciso o partido ouvir a opini?o p?blica. ?Quem decide em pol?tica ? o eleitor. Temos que ouvir o que a opini?o p?blica diz. Cada homem e mulher filiado ao PMDB ? importante. Cada vereador, cada deputado estadual e cada deputado federal, senador?, disse o parlamentar.

A respeito das cr?ticas dos deputados estaduais peemidebistas Moraes Sousa Filho e Jo?o M?dison sobre a falta de comando do PMDB, Them?stocles defendeu a conversa. Para o presidente da Assembl?ia

Legislativa, o importante ? que hajam conversas para discutir o futuro do partido e n?o que os problemas sejam levados para a m?dia.

?N?s precisamos ? conversar mais internamente. Sa?mos de uma elei??o.

H? alguns problemas, e espero que com o passar dos dias a gente volte a calmaria?, destacou o parlamentar. Em 2004, o PMDB saiu das

urnas com 20,18% das prefeituras piauienses e em 2008 os resultados apontaram que 18,28% dos prefeitos piauienses s?o do partido.

Them?stocles Filho destaca que mesmo com a redu??o o partido ocupa prefeituras importantes. ?Em n?mero de votos o maior partido do Brasil ? o PMDB. Temos que olhar as prefeituras estrat?gicas do PMDB, como Picos e Barras?,disse o parlamentar. O presidente da Assembl?ia considera que a

popula??o vota de maneira diferente para cada esfera de poder. ?O povo vota para prefeito de um jeito, para governador de outro jeito e para

presidente de outra e quem n?o entende isso tem problemas?, comentou.

Sobre o assunto o presidente estadual do PMDB, deputado federal Alberto

Silva (PMDB) pediu calma, mas tamb?m fez cr?ticas aos parlamentares que criticam a falta de comando do partido. ?Eles sempre foram de uma ala divergente e n?o deixamos de andar junto. O sobrinho do M?o Santa deve

se acomodar como faz o Them?stocles?, destacou o deputado federal.

Fonte: Carlos Rocha, Jornal Meio Norte