PMDB já pleiteia cargo de vice na chapa governista

o deputado estadual Warton Santos (PMDB) declarou que o partido já está pleiteando a vaga de vice na chapa da base aliada

Mesmo admitindo que o deputado federal Marcelo Castro, pré-candidato do bloco governista pelo PMDB, ainda mantém seu nome na disputa, o deputado estadual Warton Santos (PMDB) declarou que o partido já está pleiteando a vaga de vice na chapa da base aliada. O peemedebista ressaltou que o PMDB descarta a candidatura apenas se o deputado Marcelo Castro permanecer com mau desempenho nas pesquisas.

O argumento do parlamentar é de que ?é preciso se respeitar os critérios? que foram estabelecidos. ?O critério acordado foi que o candidato que estivesse melhor nas pesquisas seria o escolhido. Temos que ser sensatos, equilibrados?, ressalta, lembrando que o ?dia D? está próximo. ?Pelo que estamos acompanhando, é pouco provável que fiquemos bem colocados?, pondera.

Warton Santos declarou ainda que o mesmo pensamento deve ter os demais pré-candidatos da base, pois o partido não irá aceitar que o candidato escolhido não tenha obedecido os critérios. Paralelo a isso, o peemedebista reafirmou que o PMDB, ?por ser o maior partido?, deve ficar, pelo menos com o posto de vice-governador. ?Caso isso não aconteça, iremos nos reunir e chegaremos um entendimento sobre qual rumo tomaremos. O importante é que o partido saia unido?, destacou.

O entendimento do PMDB é de buscar representatividade tanto na chapa majoritária quanto na chapa proporcional. E para isso, o partido não descarta a possibilidade de buscar entendimentos com a oposição. Segundo os peemedebistas, o que vai prevalecer é a opinião conjunta dos representantes do partido que deverão ser ouvidos. ?Se for para ficar na base, ficaremos, se for para oposição também. Mas tem que ser uma opinião partidária que deverá ser seguida por todos os membros?, frisou o deputado João Madson. (M.M)

Fonte: Mayara Martins