PMDB tem prazo e ainda não está fechado com nenhum partido

O presidente da sigla, deputado federal Marcelo Castro, reforçou que o diretório vai realizar consulta interna e não fechou acordo com nenhum partido.

Após reunião na Assembléia Legislativa nessa sexta-feira (09) com todos os deputados estaduais, o PMDB manteve a posição de definir alianças somente após realizar pesquisas internas no partido. O presidente da sigla, deputado federal Marcelo Castro, reforçou que o diretório vai realizar consulta interna e não fechou acordo com nenhum partido.

Castro disse que as articulações acontecem com todas as siglas, mas ressaltou que o PMDB não está discutindo quais cargos poderá receber, mas analisa a melhor conjuntura para que o partido se fortaleça neste pleito. Ele também esclareceu que não decidiu disputar a vaga do Senado na chapa governista e ao lado do ex-governador Wellington Dias.

?Estamos analisando que rumo todo o partido vai tomar. Vamos seguir unidos. Isso está sacramentado dentro no PMDB com todos os deputados. Agora, saber o futuro do partido só depois da definição de quais alianças iremos formalizar. Dizem que estou quase fechado para disputar o Senado ao lado de Wellington Dias, mas não há nada certo, irei fazer o que for melhor para o meu partido?, revelou o parlamentar.

Marcelo Castro afirmou que é normal que os partidos que desejam o apoio do PMDB anunciem acordos formados e demonstrem interesse, mas nada está definido até agora. Na reunião foi discutido que os partidos que querem o PMDB do seu lado se apressam em anunciar adesão de um ou outro peemedebista, mas o que vale é o anúncio oficial, entretanto, esse tipo de atitude faz parte da política. ?O partido tem prazo e não adianta surgir pressão de nenhum lado, só vamos nos pronunciar no momento que considerarmos adequado?, finaliza.

Fonte: Ascom