PMT busca inclusão de obras de abastecimento de água no PAC 2

O projeto de abastecimento de água na esfera do PAC 2, em Teresina, aponta recursos no valor de R$ 6,742 milhões

Projetos nas áreas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em Teresina serão defendidos hoje em Brasília pela Prefeitura de Teresina para inclusão no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O encontro ocorrerá em Brasília, atendendo a convite ministerial. A Prefeitura vai enviar o engenheiro civil Roberto Amorim Rufino, da Semplan, envolvido na elaboração desses projetos, integrante das ações que estão sendo empreendidas no Programa Lagoas do Norte. A reunião em Brasília está marcada para 11h30, no Ministério das Cidades.

O projeto de abastecimento de água na esfera do PAC 2, em Teresina, aponta recursos no valor de R$ 6,742 milhões para beneficiar 21 bairros da zona Norte da capital, tais como Morro da Esperança, Marquês de Paranaguá, Vila Operária, Matinha, Pirajá, Acarape, Aeroporto, Primavera, Embrapa (comunidade), Mocambinho, São Francisco, Itaperu, Poti Velho, Olarias, Mafrense, Alto Alegre, Nova Brasília, São Joaquim, Alvorada, Matadouro e Bom Jesus.

Já o projeto de esgotamento sanitário envolve recursos da ordem de R$ 11,728 milhões. O sistema beneficiará as comunidades dos bairros Acarape, Matadouro, Alvorada e São Joaquim, na zona Norte. Serão construídas rede de coleta de 37 quilômetros, três estações elevatórias de esgoto, linha de recalque de 1,62 quilômetro (tubulação que levará o esgoto da estação elevatória do bairro até a estação de tratamento de esgoto central), emissário de 2 quilômetros (canalização) e 7.488 ligações domiciliares.

?Temos que aproveitar todos os mecanismos disponíveis no âmbito do governo federal e do PAC no sentido de acelerar os empreendimentos de infraestrutura básica para a cidade, acompanhando o seu crescimento, que também exige proatividade de gestão para atender a novas demandas?, enfatizou o prefeito Elmano Férrer.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte