Polícia faz mapa do crime eleitoral no Brasil

Polícia faz mapa do crime eleitoral no Brasil

Tocantins teve maior número de casos, seguido do Rio e Maranhão.

A Polícia Federal fez o mapa do crime eleitoral no país. Entre 2006 e 2009, a Polícia Federal indiciou mais de 5.508 pessoas envolvidas em eleições municipais, estaduais e federais. Tocantins teve o maior número de casos: 841, seguido por Rio de Janeiro (486) e Maranhão (408). O Amazonas foi o estado com o menor número de indiciamentos, 25. Na lista de crimes estão compra de votos, uso de título de eleitor falso, boca de urna e transporte ilegal de eleitores no dia da votação. A compra de votos, que pode dar até quatro anos de cadeia, além de multa, levou ao indiciamento de 1.178 pessoas entre 2006 e 2009. Alagoas tem o maior número de casos: 121, logo atrás vem Mato Grosso (115) e Tocantins (91). O Piauí teve o menor número de indiciamentos por compra de votos: seis. A Polícia Federal também mapeou os pontos críticos de violência no país que terão a segurança reforçada no dia 3 de outubro. A partir de agora, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) usará o mesmo programa de computador da Polícia Federal para identificar dinheiro ilegal nas campanhas. ?Se houver alguma suspeita de que alguma conta seja objeto de lavagem de dinheiro, nós utilizaremos esse conjunto de software?, disse o presidente do (TSE), Ricardo Lewandowski.

Fonte: g1, www.g1.com.br