Porposta de lei de deputado de São Paulo proíbe garupa em motos

Ele acredita que a medida irá reduzir o número de assaltos em SP.

Uma proposta de lei considerada por muitos polêmica foi aprovada pelos deputados na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). De acordo com o projeto, motocicletas com garupas só serão permitidos em determinados horários, numa tentativa de 'diminuir o números de assaltos' na capital.

Para o deputado Jooji Hato, o número de assaltos será reduzido
Para o deputado Jooji Hato, o número de assaltos será reduzido

Segundo o autor do projeto, deputado Jooji Hato, do PMDB, o principal objetivo é conseguir dar mais segurança aos usuários. "Segundo dados do Departamento de Polícia da Capital – DECAP – os motoqueiros estão envolvidos em 61,5% dos crimes contra o patrimônio. Lembramos ainda que geralmente são meliantes ocupando motos (piloto e garupa) que dão 'cobertura' a assaltos a bancos, que atuam em casos de roubos em estabelecimentos comerciais e a pedestres", disse.

Caso seja aprovada pelos deputados, será prevalecida em São Paulo, Guarulhos e Campinas, que são as três cidades com mais de 1 milhão de habitantes. O governador Geraldo Alckmin, do PSDB, pode em até 15 dias aprovar ou reprovar a posposta.

Para quem não se lembra, o deputado, juntamente com sua família, foi vítima de um assalto, no ano de 2011. Nas redes sociais, criticas e mais criticas ao projeto que proíbe garupa. Além disso, gerou polêmica também dentre os motociclistas. 




Fonte: Com informações do BrasilPost