PPS quer manter aliança com PSDB

caso o prefeito Silvio Mendes não oficialize sua candidatura, o partido poderá apoiar um candidato da base aliada

No que depender do PPS, o prefeito Silvio Mendes será o candidato da oposição nas eleições de 2010 ao Governo do Estado. Porém, o deputado estadual Antônio Félix afirmou que caso o prefeito Silvio Mendes não oficialize sua candidatura, o partido poderá apoiar um candidato da base aliada ao governador Wellington Dias. A única exceção é o apoio a um candidato do partido do governador, o PT.

?O PPS nacional está aliado ao PSDB. A orientação que nos foi dada é de que não apoiemos o candidato do PT. De qualquer outro partido podemos apoiar?, contou Antônio Félix. ?Se for o Wilson Martins (vice-governador, PSB), o João Vicente (Claudino, senador, PTB) ou mesmo o Marcelo Castro (deputado federal, PMDB) nós poderemos apoiar?, acrescentou. Dessa forma, apenas o pré-candidato petista, o secretário estadual de Educação, Antônio José Medeiros, pode dar como certa a oposição do PPS caso sua candidatura seja oficializada.

Segundo Antônio Félix, a intenção do partido é analisar quem dos pré-candidatos colocados oferece melhores condições de executar um bom trabalho em prol do Piauí. ?O candidato tem de atender aos anseios da população?, argumentou.

Apesar da indefinição do quadro político em relação às eleições ao Governo do Estado, o parlamentar deixou clara o desejo de que o PPS mantenha o apoio ao PSDB em âmbito estadual. ?Ficaríamos bastante satisfeitos se o prefeito Silvio Mendes for candidato. O candidato mais forte da eleição é ele. E eu,

particularmente, acredito no trabalho do Silvio Mendes, porque observo os resultados?, justificou.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte