PR decide até terça se vai permanecer na base governista

O deputado adiantou que "sob hipótese alguma" o partido vai para a oposição

O PR vai decidir no máximo até a próxima terça-feira o rumo que tomará em relação ao apoio ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT). O líder do partido na Câmara, Lincoln Portela (MG), disse que os parlamentares e membros da Executiva Nacional que não tiverem em Brasília serão ouvidos por telefone para que o PR possa fechar um posicionamento.

O deputado adiantou que "sob hipótese alguma" o partido vai para a oposição. Pesquisa feita por ele com 39 deputados da bancada na Câmara mostra que 90% apoiam uma "independência crítica" com relação ao governo. "Já encaminhei esse levantamento à Executiva, mas isso não significa que vamos adotar essa postura. Ela pode ser outra. Precisamos ouvir, também, os senadores e os membros da Executiva Nacional, o que ainda não foi feito", disse.

Pela manhã, o deputado conversou rapidamente, por telefone, com o presidente do partido, o senador, Alfredo Nascimento (AM). Segundo ele, o parlamentar disse apenas que "a avaliação ainda será feita". Lincoln Portela não soube dizer se o senador abordará esse assunto no discurso previsto para amanhã, no plenário do Senado. "Esta semana tem que sair um posicionamento", insistiu o deputado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br