Pré-candidatos Serra e Dilma se despedem de cargos em dia de discursos

Pré-candidatos Serra e Dilma se despedem de cargos em dia de discursos

José Serra ressaltou que governos devem ter honra e honestidade

Os pré-candidatos do PT e do PSDB para a eleição presidencial de outubro participaram nesta quarta-feira (31) de cerimônias de despedidas dos cargos. A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, ao lado de 9 ministros, participou da cerimônia de posse dos substitutos em Brasília. Em São Paulo, o tucano José Serra realizou um discurso de despedida para cerca de 5 mil convidados no Pálácio dos Bandeirantes.

No começo da tarde, a ex-ministra da Casa Civil disse que não pretende se ?desvencilhar? do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a campanha eleitoral. Segundo ela, a candidatura à Presidência não é um ?voo solo? e o projeto de governo é de continuidade. Erenice Guerra, que era secretária-executiva do ministério, assumiu o cargo.

Em São Paulo

Diante de um auditório ocupado por cerca de 5 mil convidados e com transmissão ao vivo pela internet através do portal do governo do estado de São Paulo, o governador José Serra fez um discurso com referências indiretas aos adversários, rebateu críticas que costumam ser associadas ao seu perfil político e disse que seu governo é popular.

Durante seu pronunciamento, por diversas vezes, Serra enalteceu as qualidades do vice-governador, Alberto Goldman, que assumirá o cargo. ?É um homem íntegro, democrata e patriota. Tem história e preparo?, disse. À vontade no palco, o governador brincou com os secretários, com o público e fez referência ao Palmeiras, time para o qual torce.

A despedida do presidenciável tucano do governo de São Paulo foi acompanhada pelos presidentes do Democratas, o deputado federal Rodrigo Maia (RJ), e do PPS, Roberto Freire. Junto com o PSDB, os dois partidos formam o bloco de oposição ao governo Lula e deverão apoiar os tucanos na candidatura ao Palácio do Planalto. O ex-presidente Fernando Henrique (PSDB) não participou do evento.

Marina no Nordeste

Nesta quarta-feira, a pré-candidata do PV cumpriu agenda no Nordeste. Ela visitou a terra Natal do presidente Lula, a cidade de Garanhuns (PE). Segundo a Agência Estado, Marina disse ter ficado muito emocionada com a viagem.

"Aqui nasceu o menino Lula, aqui ele já chorou, mamou e virou presidente da República", afirmou em discurso no Colégio Presbiteriano XV de Novembro, onde plantou uma das 110 mudas de plantas nativas em comemoração aos 110 anos do estabelecimento. Marina plantou uma muda de pau Brasil.

Troca de ministros

Em Brasília, dez substitutos foram empossados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta tarde. Dos dez novos ministros sete eram secretários-executivos dos respectivos ministérios. As exceções são o Ministério da Agricultura , que terá como ministro o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Wagner Rossi, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, que será liderado pela ex-secretária-executiva Márcia Lopes, e o Ministério das Comunicações, cujo ministro será José Artur Filardi, que chefiava o gabinete do então ministro, Hélio Costa.

Os secretários-executivos que tomaram posse nesta quarta são Paulo Sérgio Passos, no Ministério dos Transportes, Márcio Zimmerman, no Ministério de Minas e Energia, Elói Ferreira, na Secretaria de Igualdade Racial, Izabella Mônica Vieira Teixeira, no Ministério do Meio Ambiente, João Santana, no Ministério de Integração Nacional, Carlos Eduardo Gabas, no Ministério da Previdência Social, e Erenice Guerra, na Casa Civil.

Fonte: g1, www.g1.com.br