Pré-candidatos testam popularidade

A maioria pretende usar os quatro dias de festa para participarem da folia no máximo de lugares possíveis

Os políticos piauienses que pretendem disputar as eleições em outubro aproveitarão o período do carnaval para acertar o passo junto com os eleitores nas cidades onde haverá maior concentração de foliões no estado. Os deputados federais começaram a chegar de Brasília ainda na última quinta-feira e, assim como os deputados estaduais, deverão seguir para as regiões onde ficam localizadas suas principais bases eleitorais. Já para os pré-candidatos a governador a palavra de ordem é multiplicação. A maioria pretende usar os quatro dias de festa para participarem da folia no máximo de lugares possíveis ao som de samba, marchinhas e axé music. Após a viagem de dez dias para Lisboa, o senador João Vicente Claudino (PTB) vai buscar compensar o tempo perdido com uma agenda apertada no Piauí. Serão sete municípios programados para a visita do pré-candidato da base aliada: Parnaíba, Luís Correia, Cajueiro da Praia, Água Branca, Floriano, Picos e Bocaina. O vice-governador Wilson Martins (PSB) começou ontem a agenda de visitas aos municípios do interior. Martins passou por Joaquim Pires e deverá prestigiar hoje os eventos em Água Branca e Floriano. No domingo permanece na Princesa do Sul e na segunda-feira segue para Barras e Luís Correia. Por último, Wilson Martins marcará presença na capital. A intensa campanha na Câmara Federal a favor da aprovação na lei que regulamenta a distribuição do pré-sal será substituída pela retomada da pré-campanha para o deputado federal Marcelo Castro (PMDB). Ele irá marcar ponto nas cidades de Barras, Floriano, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Elizeu Martins e Bom Jesus. Castro fez questão de ressaltar que o roteiro não está fechado. "Posso passar por outros municípios também", diz. Enfrentando acusações de antecipação da campanha eleitoral, o secretário de Educação, Antônio José Medeiros (PT), diminuirá o ritmo durante o carnaval. Ele estará em Luís Correia mas ficará de fora da folia. O companheiro de partido de Medeiros, o governador Wellington Dias, que ainda não definiu candidatura ao Senado, passará o período em Teresina. Mesmo estando em lados opostos da política piauiense, Dias compartilha com o prefeito da capital, Sílvio Mendes (PSDB), o destino no carnaval. Mendes, que até agora é o nome mais cotado como candidato para governador pela oposição, participará de toda a programação de Teresina.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte