TRE cassa prefeito acusado de distribuir peças de carro no PI

TRE cassa prefeito acusado de distribuir peças de carro no PI

O placar da votação foi de quatro votos a favor da cassação e dois contra.

A corte do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) decidiu ontem, 24, pela cassação do mandato eletivo do prefeito e o vice-prefeito da cidade de Colônia do Gurguéia, Francisco Carlos Amorim do Nascimento e Raimundo Nonato Almeida, respectivamente. O placar da votação foi de quatro votos a favor da cassação e dois contra.

Os gestores foram cassados pelos crimes eleitorais de captação ilícita de sufrágio, onde eles foram acusados de distribuir peças de carros para eleitores em troca de votos, e contratação irregular de uma funcionária para ocupar um cargo de merendeira em uma escola do município.

Em primeira instância, o processo foi julgado e absolvido pelo juiz da 90ª Zona Eleitoral, localizada na cidade de Eliseu Martins, o que não foi acatado pelo TRE. Na maior corte eleitoral do Estado, o relator do processo foi o juiz Jorge Costa Veloso.

Ainda na sessão de ontem, o TRE absolveu, por unanimidade, o prefeito da cidade de Miguel Alves e adiou para a próxima quinta-feira, 27, o julgamento dos gestores dos município de Curimatá e Ribeira do Piauí, a pedido dos advogados de defesa, que declararam impossibilidade de presença na sessão de hoje.

Fonte: Raphael Reis