Prefeito de S. Raimundo Nonato é cassado por desvio de verbas

O padre perdeu o cargo ao ser denunciado pelo Ministério Público Federal por desvio de dinheiro do Fundef.

O padre Herculano Negreiros, prefeito do município de São Raimundo Nonato, teve o mandato cassado monocraticamente pelo ministro Sebastião Reis Júnior, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que manteve a decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região. Negreiros foi condenado à perda do cargo e inabilitado, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública.


Prefeito de S. Raimundo Nonato é cassado pelo STJ por desvio de verbas

Padre Herculano Negreiros terá um prazo de cinco dias para entrar com recurso de agravo regimental

junto ao STJ. Caso ele não recorra, assumirá o cargo o viceprefeito Beto Macedo. Ele também foi condenado à pena privativa de liberdade de um ano de reclusão, em regime aberto, substituída, ao final, por sanção restritiva de direitos.

O padre perdeu o cargo ao ser denunciado pelo Ministério Público Federal por desvio de dinheiro do

Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) na primeira gestão como prefeito de São Raimundo Nonato. De acordo com a ação penal, o prefeito, mesmo instado pelos órgãos competentes e responsáveis pela fiscalização da aplicação de verbas repassadas pela União para o município, a prestar contas, não o fez.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte