Prefeito de União acusa ex-gestor de favorecer empresa de primo

Prefeito de União acusa ex-gestor de favorecer empresa de primo

Segundo Gustavo Medeiros, ex-prefeito pagou débito de mais de R$ 1 milhão com empresa de primo, em vez de pagar servidores

Gustavo Medeiros, prefeito eleito de União, afirmou ao meionorte.com que o ex-prefeito da cidade, José Barros, teria pago um débito de mais de R$ 1 milhão à empresa de um primo seu. A conta foi paga perto do final da gestão anterior, e usando o dinheiro que pagaria o salário dos servidores municipais em dezembro.

Além dessa, o prefeito ainda fez outras denúncias. Segundo ele, o ex-prefeito teria levado consigo 150 quilos de documentos da prefeitura, dizendo que iria digitalizar os papéis. Apenas uma parte disso foi devolvida, "Mas ainda há muito a entregar". "Já fui prefeito, tenho esse experiência, mas não imaginava encontrar União daquele jeito", comentou. Ele diz que praticamente nada foi informado durante a transição.



O prefeito conta que os computadores da prefeitura não funcionavam, e que o sistema tributário da cidade só ficou disponível no final de janeiro, por conta disso. Gustavo Medeiros disse também ter encontrado planilhas que mostram a transferência de dinheiro do Fundeb e convênios federais para a conta do FPM (Fundo de Participação do Município), e ás vezes voltava. "O rombo no Fundeb eu nem sei de quanto é", afirma o prefeito.



Fonte: Andrê Nascimento