Prefeito é suspeito de mandar matar opositor no Rio de Janeiro

Segundo a polícia, Ivaldo dos Santos, conhecido como Timor (PSD), encomendou a morte de André da Silva, o Andrezinho, pré-candidato a vereador

Candidato à reeleição, o prefeito de Japeri, na Baixada Fluminense, é suspeito de mandar matar um opositor político.

Segundo a polícia, Ivaldo dos Santos, conhecido como Timor (PSD), encomendou a morte de André da Silva Conceição, o Andrezinho, pré-candidato a vereador morto em maio de 2011.

Cinco pessoas, três delas ex-secretários do município, já foram presas. O caso será remetido ao procurador-geral de Justiça, Cláudio Lopes, já que o prefeito tem foro privilegiado. Timor nega a suspeita.

Para a polícia, Andrezinho foi morto por tentar cooptar vereadores da base do prefeito para a oposição. Ele levou dois tiros ao sair de seu restaurante.

O PSD informou que o Conselho de Ética vai analisar o caso.

Fonte: Folha.com