Prefeito Firmino Filho lança segunda etapa do projeto Minha Primeira Carteira

Nessa segunda etapa 200 jovens serão beneficiados.

Foi lançada na manhã de hoje, em solenidade no Centro de Artesanato Mestre Dezinho, a segunda etapa do projeto Minha Primeira Carteira, idealizado pela Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv). O evento também marcou a aula inaugural do projeto, que tem como objetivo possibilitar a gratuidade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), nas categorias A ou B, a jovens, moradores de Teresina, com idade entre 18 e 29 anos.


Na primeira fase do projeto foram contemplados 50 jovens da região Sudeste da capital. Nessa segunda etapa serão 200 jovens beneficiados, residentes de todas as zonas da capital, inscritos no CAD Único, que estudaram ou ainda estudam em escolas públicas de Teresina.

De acordo com Allan Cronemberger, secretário da Semjuv, o Minha Primeira Carteira tem como foco principal a conscientização no trânsito, visando reduzir o número de acidentes envolvendo jovens. “Nosso compromisso, através desse projeto, é despertar o jovem para a importância de termos uma postura diferente no trânsito, pois, infelizmente, são eles os maiores envolvidos em acidentes. Queremos também inserir esses jovens no mercado de trabalho, gerando emprego e renda, já que, cada vez mais, a carteira de habilitação tem sido exigida pelo mercado”, disse Allan, que também parabenizou os contemplados. “Sintam-se privilegiados, pois tivemos mais de mil inscrições, e vocês, que estão aqui hoje, foram os escolhidos”.

Firmino Filho, prefeito de Teresina, também participou da solenidade e destacou a importância do projeto. “Teresina, na última década, teve um crescimento enorme na frota de veículos e com isso, infelizmente, o número de acidentes também cresceu. Nesse contexto, o Minha Primeira Carteira tem um papel de extrema importância: o de promover educação e, principalmente, tornar esses jovens multiplicadores de uma cultura de paz no trânsito, para que os índices de acidentes envolvendo jovens diminuam e para que futuros não sejam mais interrompidos”, disse.

São parceiros do projeto Minha Primeira Carteira a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat) e a Secretaria Municipal de Educação (Semec).

 

Fonte: Ascom