""Preocupada"" após apagão, Dilma quer reforçar prevenção

""Preocupada"" após apagão, Dilma quer reforçar prevenção

Um apagão entre a noite desta quinta-feira e a madrugada desta sexta (4) atingiu oito estados do Nordeste.

O porta-voz da Presidência da República, Rodrigo Baena, informou nesta sexta-feira (4) que a presidente da República, Dilma Rousseff, determinou um reforço na fiscalização e manutenção do sistema de energia do país.

Um apagão entre a noite desta quinta-feira e a madrugada desta sexta (4) atingiu oito estados do Nordeste.

A causa provável do apagão teria sido um problema em um circuito eletrônico da subestação Luiz Gonzaga, em Jatobá, Pernambuco, segundo o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Dilma esteve reunida nesta sexta-feira com Lobão. ?Desde manhã cedo, [a presidente] determinou ao ministro de Minas e Energia as providências. A presidente de nenhuma forma minimizou o problema, tanto é que determinou reforço na fiscalização preventiva e determinou ao ministro que reforçasse a manutenção do serviço. (...) Ela de fato ficou preocupada?, disse o porta-voz da Presidência.

Segundo o porta-voz, a presidente pediu que Lobão, determinasse às empresas geradoras de energia um reforço na manutenção do serviço na região Nordeste. Além disso, de acordo com Baena, a presidente também solicitou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para reforçar a fiscalização preventiva.

Possível causa

Nesta sexta, o ministro Edison Lobão negou que tenha ocorrido sobrecarga do sistema. "Não há no mundo nada mais moderno que o sistema [elétrico] brasileiro", disse Lobão. Segundo ele, o sistema é "bom", mas tem "falhas".

De acordo com o ministro, o problema teria ocorrido em um componente eletrônico ? chamado de cartela ? que faz parte do sistema de proteção da subestação em Jatobá. Como consequência, a subestação foi desligada, atingindo os sistemas das usinas de Xingó, Paulo Afonso e Luiz Gonzaga. "O sistema inteiro acabou se desligando como autoproteção", afirmou Lobão.

A pane atingiu Bahia, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Sergipe, Piauí e Rio Grande do Norte na noite de quinta-feira e início da madrugada desta sexta. "Esses estados ficaram isolados do sistema", disse o ministro. O fornecimento de energia foi retomado durante a madrugada. Em Alagoas, isso ocorreu perto das 4h desta sexta-feira.

A falta de energia elétrica ainda causa transtornos a moradores de algumas áreas. Em pelo menos três estados, o abastecimento de água foi afetado.

Fonte: g1, www.g1.com.br