Dilma garante reconstrução de base do Brasil na Antártida

Dilma enalteceu atitudes "heroicas" de militares mortos em incêndio

A presidente da República, Dilma Rousseff, garantiu nesta terça-feira, no Recife (PE), que a base Comandante Ferraz, na Antártida, será reconstruída e reequipada completamente. A declaração foi dada no bairro do Pina, onde a presidente participou da cerimônia de entrega de 480 unidades residenciais nos conjuntos residenciais Via Mangue I e II. Dilma Rousseff também disse que a ideia de reequipar a base antártica já existia e não foi feita antes porque a estação estava em atividade. "Aguardamos, apenas, os dados técnicos para saber qual a melhor forma de reconstruirmos nossas instalações", informou a presidente.


Presidente Dilma garante reconstrução de base na Antártida

Dilma Rousseff fez questão de elogiar o caráter heroico dos dois militares da Marinha do Brasil. "Eles não mediram esforços em colocar as suas vidas em risco para salvar a de outros. Eles são verdadeiros brasileiros, um País cheio de heróis anônimos que colocam suas vidas em risco para salvar a dos outros", enalteceu Dilma Rousseff.

Obras do PAC

O Residencial Via Mangue faz parte da rubrica habitacional do Programa de Aceleramento do Crescimento (PAC). Ele foi feito de acordo com os critérios do primeiro PAC-Habitação e não possui todos os critérios que hoje norteiam as novas habitações populares. Dilma Rousseff disse que as novas residências têm, por norma, azulejos na cozinha e na copa, revestimento cerâmico no piso e janelas mais largas. "Exigências que criamos a partir das primeiras unidades entregues", explicou.

No residencial Via Mangue, foram construídos 992 apartamentos no bairro do Pina, zona sul do Recife. Na manhã desta terça-feira, foram entregues 480 moradias. São apartamento com 40 m² em prédios compridos e com quatro pavimentos - térreo e três andares. Os moradores dos Via Mangue I, II e III eram famílias que viviam em palafitas nas comunidades Xuxa, Paraíso, Combinado, Beira-Rio, Pantanal e Deus nos Acuda. O conjunto habitacional conta com 89 vagas no estacionamento, 12 boxes comerciais, centro comunitário e campo de futebol.

O conjunto residencial é uma das etapas do projeto Via Mangue, que além dos investimentos em habitação, prevê obras em infraestrutura urbana, mobilidade e saneamento. O projeto faz parte da preparação do Recife como cidade-sede da Copa do Mundo de 2014. São mais de R$ 555 milhões na construção de dois elevados sobre um dos maiores mangues urbanos do País. As famílias que ganharam moradia nos residenciais moravam onde, no futuro, vão passar os elevados, com pouco menos de 5 km de extensão.

A presidente da República também firmou novo convênio com o governo do Estado e a prefeitura do Recife para liberação de R$ 2 bilhões para obras no PAC-Mobilidade. Uma destas obras prevê transformar o rio Capibaribe em via de transporte de massas.

A prefeitura do Recife e a Caixa Econômica Federal firmaram um convênio para instalação de um Ponto de Atendimento do Microcrédito (PAM). O plano é oferecer financiamentos a projetos de empreendimentos individuais, com valores de R$ 300 a R$ 15 mil. O empréstimo é saldado em até 24 meses, com juros de 0,64% ao mês.

Agenda

A presidente Dilma Rousseff chegou ao Recife na noite de segunda-feira, depois de cumprir compromissos no Ceará. Jantou na casa do governador Eduardo Campos (PSB) e passou a noite no recém-inaugurado hotel Transamérica Prestige Beach Class. Depois da entrega das 480 moradias, a presidente volta a Brasília em voo previsto para sair da Base Aérea do Recife no início da tarde desta terça-feira. De acordo com a agenda, às 14h30 Dilma desembarca em Brasília.

Fonte: Terra, www.terra.com.br