Presidente Dilma inaugura museu considerado patrimônio histórico

Prefeito e governador acompanharam Dilma na visita ao museu.

A presidente Dilma Rousseff, acompanhada do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e do governador Luiz Fernando Pezão, inaugurou na noite desta quinta-feira (17) o Museu do Amanhã, um dos símbolos da revitalização da Região Portuária do Rio.

Antes da inauguração oficial, Dilma percorreu uma parte do espaço. A presidente parou na área do Cosmos, uma espécie de planetário onde se explica "De onde viemos". Em seu discurso, ela disse que, apesar de "tão novinho", o Museu do Amanhã pode ser considerado um patrimônio histórico do Brasil porque transformará toda a região em volta, tornando-se  um centro "cultural, artístico e científico que vai elevar o espírito".

"Acredito muito no efeito que este museu terá sobre nossos jovens e crianças, só a partir de oito anos porque tem a questão do letramento. Agora, meu neto de cinco anos ficaria louco aqui, mesmo não entendendo uma única palavra", brincou a presidente, arrancando risos da plateia.

Entre os presentes na inauguração, estavam o arquiteto espanhol Santiago Calatrava, autor do projeto, e José Roberto Marinho, presidente da Fundação Roberto Marinho e vice-presidente do Grupo Globo. O Museu do Amanhã é uma iniciativa da Prefeitura do Rio e da Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo, em parceria com o Banco Santander.

Dilma inaugura Museu do Amanhã (Crédito: Reprodução)
Dilma inaugura Museu do Amanhã (Crédito: Reprodução)
Presidente deixa depoimento em museu (Crédito: Reprodução)
Presidente deixa depoimento em museu (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1