Presidente do PSDB do PR critica ação policial de aliado e, depois, apaga nota

Forte aliado do governador Beto Richa (PSDB), Rossoni apagou a nota, na manhã desta segunda (4).

Image title

Em nota publicada nas redes sociais neste domingo (3), o presidente do PSDB no Paraná, Valdir Rossoni, pediu que os responsáveis pela ação policial que deixou ao menos 180 feridos em Curitiba "sejam demitidos ou peçam para sair".

Forte aliado do governador Beto Richa (PSDB), Rossoni apagou a nota, na manhã desta segunda (4).

O deputado federal chamou o episódio de "desproporcional e desnecessário", criticou os secretários responsáveis e disse que eles devem responder "pelas atitudes desmedidas, pelos desmandos, pelos exageros".\

Rossoni acusou o secretário da Educação, Fernando Xavier Ferreira, de "não estar preparado" para a área. A manifestação da última quarta (29) era de professores e servidores estaduais em greve, que protestavam contra a mudança da previdência do Estado.

Sem citar nomes, o presidente local do PSDB também afirmou que "houve excessos por parte do comando da Segurança", cujo secretário é Fernando Francischini.

O parlamentar atacou também o sindicato dos professores, que, segundo ele, desvirtuou a intenção do governo. Mas disse que Richa deve tomar "medidas imediatas para mudar o rumo da situação, em nome dos seus eleitores e do seu partido".

"Do contrário, estará dando munição a um sindicato pelego do PT",  concluiu.

O site tentou contato com Rossoni na manhã desta segunda, mas o celular dele estava desligado.

Fonte: Folha de São Paulo